Editorial x Publicidade - Qual é a diferença?

Encontrar a foto perfeita, seja para impressão ou uso on-line requer bastante deliberação para decidir os atributos necessários. Mas há uma distinção fundamental que precisa ser feita antes de pensar qual foto tem melhor iluminação ou modelo. Talvez a forma mais importante de se categorizar conteúdo seja determinar se ele é editorial ou publicitário.

As categorias parecem simples, mas isso não significa que seja fácil entender em qual você se encaixa e qual impacto isso tem sobre o uso da imagem. Erros no licenciamento de imagens já geraram diversos processos jurídicos quando as pessoas encontram seus rostos em um anúncio de uma empresa ou de uma causa com a qual não concordam.

Para introduzir esse assunto complexo, vamos começar pelo básico: Qual é a diferença entre o uso editorial e o publicitário?


Parem as máquinas!

Conteúdo editorial normalmente se encaixa no que as pessoas consideram “notícias”. As imagens que aparecem em conteúdo editorial normalmente estão lá para ilustrar o assunto do artigo. Artigos sobre celebridades, por exemplo, costumam usar imagens de banco para ajudar o leitor a ligar o nome à pessoa em questão. Mas o uso editorial não se limita a revistas e jornais. Livros de não ficção, documentários e outras publicações de teor jornalístico também entram nessa categoria. Da mesma forma, imagens editoriais também podem ser usadas para fins educativos, como livros textos e apresentações. O principal fator diferenciador é que as imagens editoriais são usadas para dar credibilidade à história e não para vender alguma coisa.

A principal diferença é que as pessoas que são mostradas nas imagens assinaram um formulário de autorização que permite que a imagem delas seja legalmente exibida em um contexto comercial.

Mesmo com esse recorte específico, ainda há espaço para a criatividade na escolha de fotos. Vamos pensar, por exemplo, em um artigo que seja uma análise do filme Rainha do Deserto, com a Nicole Kidman. Para acompanhar a análise, seria interessante usar uma foto do filme. Mas também poderiam usar uma foto da atriz em algum festival de cinema ou entrevista atual, como esta.

Nicole Kidman, 65º Festival Internacional de Cinema de Berlim, Alemanha – 6 de fevereiro de 2015, Action Press/REX Shutterstock

Mesmo que essa imagem não mostre o filme em si, ela serve para ilustrar a protagonista e conectar o leitor com os nomes no artigo. Por causa disso, atende aos critérios de uso editorial.


“Living in a material world”

Entender o que é considerado publicidade e o que é considerado comercial é fácil. É só pensar em “qualquer coisa que não seja editorial”. O comercial cobre qualquer coisa que esteja tentando promover, vender ou comercializar algo. Então é óbvio que anúncios impressos, filmes de propaganda e catálogos de vendas configuram uso comercial. Mas esse uso vai muito além da publicidade. Sua empresa tem um blog para promover produtos e serviços? Isso é comercial. Deseja criar uma imagem de capa para a fan page da sua empresa no Facebook? Isso também é comercial. E essas regras se aplicam igualmente para empresas com e sem fins lucrativos.

A principal diferença é que as pessoas que são mostradas nas imagens assinaram um formulário de autorização que permite que sua imagem seja legalmente exibida em um contexto comercial, diferentemente de celebridades ou pessoas fotografadas aleatoriamente (muitas vezes sem o consentimento) em eventos públicos.

Depois de classificar seu conteúdo corretamente como editorial ou comercial, a Shutterstock facilita o caminho para você encontrar as fotos de que precisa. Procure por assunto ou pessoa. Depois, use o link “Refinar busca” para selecionar se quer ver conteúdo editorial ou comercial. Isso garante que você encontrará uma foto com a licença correta disponível para uso.

Precisa de ajuda para encontrar imagens comerciais ou editoriais? O Shutterstock Premier oferece assistência a pesquisa personalizada para você ganhar tempo e economizar esforços.

Veja como podemos ajudar

Os campos em vermelho são obrigatórios ou inválidos.

Obrigado

Recebemos seu pedido. Um de nossos especialistas entrará em contato em breve.