Cinco enganos comuns sobre conteúdo de banco.

Todos já vimos: fotos estranhas. Imagens hilárias. Situações que não fazem sentido. Paisagens e pessoas anacrônicas. Elas aparecem inesperadamente e deixam a gente embasbacado.

É verdade. Conteúdo de banco é um fenômeno do século 21. Faz parte dessa máquina de comunicação cobiçada que é a Internet. E, embora “banco” seja uma palavra pejorativa para alguns, esse recurso também é uma ótima arma secreta para os profissionais criativos.

Apesar da quantidade de conteúdo de banco bizarro circulando na internet e do que parece estar implícito em algumas, o mercado de banco de imagens permanece importante. É bastante utilizado nas melhores séries de TV, além de peças publicitárias famosas. Muita gente usa e todos nós consumimos, mesmo sem saber que estamos fazendo isso. Por que, então, tanta gente se engana com relação à qualidade do conteúdo de banco?

Veja cinco enganos comuns a respeito do assunto e saiba por que você deve avalia-lo com mais cuidado.

Quem diria que os melhores programas de TV usam imagens e vídeos de banco? Você acompanha Game of Thrones ou The Leftovers, da HBO?

Acho que todos nós concordamos que fotografia, design gráfico e webdesign já evoluíram bastante no mundo de hoje. Em outras palavras, não somos os mesmos nem vivemos como nossos pais. Em diversos sites de banco de imagens hoje em dia, você encontra conteúdos incríveis de alta qualidade. Ainda não tem certeza? Leia "40 fotos que mudarão sua percepção dos bancos de imagens" para ter uma nova perspectiva sobre a qualidade das imagens que estão disponíveis em banco.

Engano 1: Produtos de banco de imagens não têm qualidade.

É claro que você pode encontrar conteúdos que não retratem mulheres de forma favorável, mas o mesmo vale para os homens. O segredo é o garimpo (e há muito conteúdo valioso). Você aprenderá a examinar suas fontes e discernir a respeito dos estereótipos de gênero. Assim como as grandes empresas, como Ernst & Young, Johnson & Johnson e IBM, estão fazendo a diferença na mudança da percepção da mulher no mercado de trabalho, essa perspectiva em evolução também já se reflete nas imagens de banco.


Engano 2: Produtos de banco de imagens objetificam as mulheres

Nós discordamos. Quem diria que os melhores programas de TV usam imagens e vídeos de banco? Você acompanha Game of Thrones ou The Leftovers, da HBO? Basta dizer isso. Não diremos mais nada.


Engano 3: Ninguém usa conteúdo de banco de imagens

Precisamos de conteúdo, e rápido. A facilidade de se conseguir conteúdo é o que torna o serviço extremamente conveniente para profissionais de criação, empresas e até mesmo pessoas físicas. As agências de publicidade investem alto em conteúdo de banco. Para evitar os gastos com fotógrafo, cenário, modelos e produção, os conteúdos de banco de alta qualidade são uma fonte confiável e pronta para uso.


Engano 4: Não preciso de banco de imagens

Nós entendemos. Passar por dezenas (ou centenas) de páginas em busca de uma imagem decente de um cachorro marrom de orelhas longas com um pote de água vermelho deixa a vista embaçada. Claro. Mas, se estiver em busca de conteúdo de qualidade com nossa função de busca intuitiva, seja para conteúdo editorial, imagens estáticas, vídeos ou outros, dê uma olhada na sua fonte. Dica importante: você precisa buscar na melhor fonte possível.


Engano 5: Dá muito trabalho encontrar material bom

We understand. Rifling through tens (or hundreds) of pages looking for a decent image of a brown, long-eared dog with a red water bowl starts to give you the glazed-over look. Sure. But if you\'re targeting quality stock content with intuitive search functionality — whether for editorial, static images, video footage or more — take a close check at your source. A key tip: Make sure that you\'re mining the best possible well.

Veja como podemos ajudar

Os campos em vermelho são obrigatórios ou inválidos.

Obrigado

Recebemos seu pedido. Um de nossos especialistas entrará em contato em breve.